Sinal de alerta

Apesar de desagradável, pilule a dor é um mecanismo natural de defesa do organismo

Por ser uma sensação ruim, de que todos querem manter distância, a dor é considerada algo ruim, negativo, que não tem outra função que não seja a de nos fazer sofrer. Acontece que a dor é, na verdade, um mecanismo de defesa do organismo, que funciona como um alerta de que algo está ameaçando a integridade física e a saúde.

A Associação Internacional dos Estudos da Dor a define como uma experiência física e emocional desagradável associada ou relacionada a uma lesão real ou potencial dos tecidos. “Mas, quando ela deixa de cumprir esse papel e persiste sem que haja estímulo passa a ser um assunto que exige atenção médica”, diz o neurologista Acary Souza Bulle Oliveira da Escola Paulista de Medicina de Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Essa é a chamada dor crônica e pode durar meses ou anos e acaba se tornando a doença em si, comprometendo o bem-estar social e emocional da pessoa. Dores na coluna, fibromialgia, neuropatias, lesões por esforços repetitivos (LER) e câncer também podem gerar esse tipo de dor.

Dr. Acary Souza Bulle Oliveira 
Graduação em Medicina – UNIFESP
Especialização em Residência Médica em Neurologia – UNIFESP
Mestrado em Neurologia / Neurociências – UNIFESP
Doutorado em Neurologia / Neurociências – UNIFESP
Pós-Doutorado em Medicina – Columbia University  

Entrevista exclusiva para o Portal Tecnologia para o Alivio da Dor  

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Slider by webdesign