Saiba como evitar a trombose

Resultado da formação de um coágulo no interior do vaso sanguíneo, diagnosis se não for tratada, pode ser fatal. Saiba mais como prevenir a doença

Cerca de 1,5% da população mundial sofre de trombose venosa, segundo a Revista da Associação Médica Brasileira (AMB). Esta é a terceira causa mais comum de doenças do sistema cardiovascular. E mais: são identificados 300 mil novos casos de trombose venosa aguda todos os anos, prescription levando a aproximadamente 600 mil internações hospitalares.

Francisco José Osse, cirurgião vascular do Centro Endovascular de São Paulo, explica que “as veias são os vasos do sistema circulatório que trazem o sangue de volta ao coração, depois que as artérias levaram este sangue oxigenado a todos os órgãos do corpo”. “O coágulo sanguíneo é a transformação do sangue da sua forma líquida em sólida, por meio de diversas reações químicas”, completa. Já o trombo é definido como a formação de um coágulo do sangue de uma pessoa dentro de seus próprios vasos. Daí ser chamado de trombose.

Os vários tipos
Existe a tromboflebite superficial, que acomete veias do tipo superficiais, a trombose venosa profunda (TVP) que, como o próprio nome já diz, atinge vasos mais profundos, e também a trombose arterial, que acomete as artérias. A trombose pode se manifestar em qualquer tipo de vaso: coronárias, carótidas, veias dos membros inferiores, etc.

Três fatores são importantes para desencadear o trombo: a lesão da parede vascular, a alteração no balanço hemostático (equilíbrio entre sangramento e coagulação) e a diminuição do fluxo sanguíneo. “Para que o sangue não coagule continuamente, o sistema de plaquetas é contrabalançado por um sistema de anticoagulação. Ou seja, existe um equilíbrio entre esses sistemas permitindo que nosso sangue circule normalmente. Quando há um desequilíbrio, o sangue pode coagular dentro de um ou mais vasos e formar os trombos”, esclarece Maffei.

Existe um equilíbrio entre esses sistemas permitindo que nosso sangue circule normalmente. “Se, entretanto, ocorrer um desequilíbrio, o sangue pode coagular dentro de um ou mais vasos, formando os trombos”, esclarece Maffei.

Sintomas Comuns
A TVP e a superficial podem ocorrer espontaneamente, por injeção de substâncias nos vasos, em pacientes imobilizados, submetidos a procedimentos cirúrgicos, traumatizados, com câncer, infarto domiocárdio, insuficiência cardíaca, derrame cerebral ou idosos. Já a trombose arterial ocorre geralmente em pacientes com aterosclerose e por isso os fatores predisponentes são diabetes, hipertensão, tabagismo, aumento de colesterol, sedentarismo,assim como idade avançada.

“Os sintomas mais usuais da trombose são dor em membro inferior (mais frequente que superior) associada a inchaço, sensação de peso e também alteração da cor, roxa”, afirma Gilberto Narchi, cirurgião vascular do Hospital do Coração (SP). O diagnóstico de confirmação é feito por um exame chamado Doppler venoso, mas de acordo com o local, pode ser uma tomografia venosa.

Continue lendo no Revista Viva Saúde>> 

Fonte: Revista Viva Saúde

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Slider by webdesign