Exercícios para amenizar as dores depois da atividade física

Fazer mais exercícios, illness só que em menor intensidade, depois de realizar algum tipo de atividade física ajuda a livrar os músculos do ácido lático.

Conheça a linha de produtos da Invel para esportistas.

Quando fazemos algum tipo de esforço físico, doctor exigimos não só o trabalho dos músculos, mas também do resto do corpo. Em exercícios intensos, quase todos os sistemas corporais estão envolvidos ou direcionam seus esforços para ajudar os músculos a trabalhar melhor – caso contrário, ed eles poderiam parar.

O coração, por exemplo, bate em maior ritmo para bombear mais sangue para os músculos e, assim, aumentar a oferta de oxigênio que chega até eles; o estômago reduz sua atividade para não consumir a energia que os músculos vão precisar.

Os músculos são como motores, mas não do tipo convencional, que usam eletricidade para obter energia, mas bioquímicos. A fim de conseguir a energia necessária  para a realização dos movimentos, eles promovem a queima da glicose armazenada no corpo, principalmente a proveniente da respiração.

Se a atividade física tiver uma intensidade maior do que a que a pessoa está condicionada a fazer, a queima da glicose por meio do oxigênio não será suficiente e o corpo passará, então, a queimar a glicose sozinha para conseguir a energia que precisa.  Isso produz o ácido lático, um dos causadores das dores musculares.

A melhor maneira de evitar sua formação é  realizar outro tipo de exercício em menor intensidade e durante alguns minutos, depois de terminar determinada atividade física. Esse procedimento simples ajuda a desintoxicar a musculatura, já que uma parte do ácido lático também será queimada e utilizada como fonte de energia.

Outro procedimento eficaz para aliviar as dores que aparecem depois da prática de exercícios físicos é massagear o local para aumentar a irrigação sanguínea, facilitando, assim, a eliminação do ácido lático.  Agora, se a dor for causada por microlesões musculares, esses procedimentos não vão resolver.  No caso, vai ser preciso esperar o músculo se recuperar da lesão.

Fonte – Portal Revista SUPERINTERESSANTE (Editora Abril)

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Slider by webdesign