Bursite e as maravilhas tecnológicas

O diagnóstico de uma bursite é relativamente simples, drugstore desde que se levante a suspeita correta.

Com o tratamento adequado, a maioria das pessoas se recupera bem e sem sequelas.

As Bursas são “almofadas” achatadas que atuam como amortecedores, facilitado a movimentação dos músculos durante a fase de contração. Nós, mamíferos quase desenvolvidos, possuímos aproximadamente 160 bursas espalhadas pelo corpo. A inflamação das bursas, ou bursite, é um distúrbio comum, podendo ser causada por esforços repetitivos, alterações inflamatórias e processos infecciosos.

Os sintomas da bursite variam de acordo com o local afetado. Na maioria dos casos, a dor costuma ser bem localizada, dificultando a realização de movimentos específicos. Por exemplo, no ombro, a bursite pode dificultar atividades repetitivas com o braço elevado, como erguer cargas acima do nível da cabeça. No cotovelo, a bursite pode se manifestar como dor e dificuldade para esticar o braço.

A maior bursa do corpo está localizada nos quadris. É a bursa do Iliopsoas. Ela pode ser inflamada em doenças como artrite reumatoide, osteoartrite e em lesões por esforço repetitivo – por exemplo, em pessoas que praticam corrida. As principais manifestações da bursite do Iliopsoas incluem dor na movimentação da perna e na região da virilha do lado afetado.

Existe uma bursa na raiz da coxa chamada Bursa Trocantérica. Sua inflamação manifesta-se com dores nos quadris e na coxa, sendo relativamente comum em mulheres entre 40-60 anos de idade. Caminhar ou deitar sobre o lado afetado piora a sensação de desconforto.

Por serem articulações bastante exigidas, os joelhos também são protegidos por bursas, principalmente na altura da rótula. As bursites nesta região podem ocorrer após quedas ou por ficar muito tempo ajoelhado. Outras causas comuns incluem artrite reumatoide e gota. As principais manifestações incluem dor para flexionar o joelho e dificuldade para andar e subir escadas.

Finalmente, a região do calcanhar é outro local comum de bursite. A bursite do calcâneo é mais observada em pessoas que possuem esporões no osso do calcanhar ou fazem uso contínuo de sapatos de salto alto. A dor pode ser intensa o suficiente a ponto de impedir que a pessoa caminhe direito.

O diagnóstico de uma bursite é relativamente simples, desde que se levante a suspeita correta. Havendo dúvidas, o médico poderá solicitar ultrassonografias ou uma ressonância nuclear magnética. Exames de laboratório e radiografias não são úteis para detectar a maioria das bursites.

Na maioria dos casos, o tratamento consiste em repouso, compressas quentes e geladas, elevação do membro afetado e antiinflamatórios. Se o local for acessível e a dor, muito intensa, podem ser realizadas infiltrações com anestésicos e corticoides no local. Bursites recorrentes podem necessitar remoção cirúrgica da bursa afetada, mas este procedimento deve ser reservado como último recurso.

Felizmente, com o tratamento adequado, a maioria das pessoas se recupera bem e sem sequelas.

 Sobre o Autor:

Dr. Alessandro Loiola é médico, palestrante e escritor.

Autor de “Para além da juventude – Guia para uma maturidade saudável” e “Vida e saúde da criança”.

 

Conheça as soluções da Invel para o alívio da dor.

Você pode gostar...

8 Resultados

  1. na o suporto dores nos ombros nao estou fazendo mas as atividades que fazia tenho 28 anos e tenho desvio na coluna bursite nos ombros sera que posso me encostar por um periodo trabalho de cozinheira a 8 anos

  2. Analéia terezinha Levitte disse:

    sobre a bursite eu tenho já fiz interversão cirúrgica mas voltou é normal voltar?
    agradeço se houver resposta pois já sofro com isso a 2anos
    obrigado

  3. sandra regina disse:

    QUE ME RECOMENDA PARA DORES DO PROBLEMA DA BURSITE.

    • admin disse:

      Prezada Sandra
      Você sempre deve ser acompanhada por um médico que, analisando seu histórico clínico, poderá recomendar a conduta adequada ao seu caso. Existem roupas terapêuticas que melhoram a circulação sanguínea e são utilizadas como tratamento coadjuvante para dores crônicas, se for este o seu caso. Muitas vezes essas roupas são recomendadas por médicos. Se for do seu interesse visite o http://loja.invel.com.br/.
      Agradecemos por visitar nosso site e lhe desejamos boa sorte.

  4. Janaina Castro disse:

    Olá,

    Há 4 anos sofro de dores cronicas que me fizeram parar de praticar atividade física (sempre adorei esporte e praticava 7 vezes por semana, por mais de 3 horas/dia). As dores apareceram de repente e, após vários exames, fui diagnosticada com bursite trocantérica nos 2 quadris, sindrome do piriforme, tendinite glútea, crondomalácia, desnervação da tíbia ao halux e etc…
    Não sei o que apareceu primeiro, mas o fato é que venho passando de médico em médico, mais de 100 sessões de hidroterapia, depois mais 100 de fisioterapia e, simplesmente não melhora! Isso pq, infelizmente não tive a “sorte” de encontrar um fisioterapeuta realmente bom. Teria algum conselho ou indicação que ache que possa me ajudar?
    Obrigada desde já!!!

    • admin disse:

      Olá, Janaina, obrigada por entrar em contato. Recebemos a seguinte recomendação da equipe de atendimento Invel®: Primeiramente recomendamos que volte a buscar atendimento médico, inclusive de outras especialidades. A Invel® desenvolveu produtos coadjuvantes no tratamento de alivio de dores crônicas, destacamos a bermuda ACTIVE SHORTS e a calça LEGGING PREMIUM indicados para o tratamento da dor muscular. A melhora poderá ser percebida desde que o produto seja usado por, no mínimo, 14 dias consecutivos por 8 horas diárias. Invel ACTIVE SHORTS – LEGGING PREMIUM não foi desenvolvida para a patologia descrita, tampouco testada para esta finalidade. Os estudos clínicos foram realizados pelo Grupo de Dor do Hospital das Clínicas de São Paulo e demonstraram a melhora da dor em membro inferior. Por meio da exclusiva Tecnologia MIG3® que melhora a circulação sanguínea, promove o calor, auxiliando na remoção de substâncias pró-inflamatórias que provocam sensações dolorosas e no aumento do suprimento de oxigênio e de nutrientes para o local. A utilização do produto não leva à cura da enfermidade, porém é um recurso auxiliar no tratamento. A vantagem do produto é ser um meio físico que atua diretamente sobre o problema, sendo um tratamento seguro e um instrumento de partida para a diminuição da dor muscular com resposta biológica. Este e outros produtos podem ser encontrados no através do site: http://www.loja.invel.com.br

  5. alvimar souza disse:

    ola, boa tarde gostaria de mandar um grande abraço para o Dr loyola e pedir para que o mesmo faça me um contato em breve.

  6. Heizel França disse:

    Boa noite. ..
    To com uma inflamação na virilha o q fazer ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Slider by webdesign