60 milhões de brasileiros sofrem com dor crônica

Existem no Brasil, thumb 60 milhões de pessoas com dor crônica. As mulheres são maioria e representam 34% do total com o problema.

Uma pesquisa feita em São Paulo mostrou que um terço das pessoas com dor crônica simplesmente não procura ajuda. Será desesperança? Os pesquisadores acreditam que os motivos são o acesso difícil ao sistema público de saúde e a automedicação. As pessoas tomam remédio para dor por conta própria em quantidades assustadoras. Dos dez remédios mais vendidos no Brasil, ed quatro são analgésicos. Seja sincero: você mesmo não tomou?

“Uma pessoa que fica se automedicando ou fica com dor de cabeça por tempo prolongado e não procura atendimento, quando vem procurar atendimento e recebe a prescrição adequada para o caso dela, a chance de ela ter uma boa resposta ao tratamento é menor”, alerta Karine São Leão Ferreira, pesquisadora do Centro de Dor do Hospital das Clínicas.

“Muitas pessoas acreditam que conviver com a dor é normal, faz parte do envelhecimento, e que aquilo tem que ficar, tem que persistir. E a gente busca justamente o contrário: primeiro orientar que não precisa. Existe alívio e controle. E tem como melhorar a qualidade de vida”, garante Fabíola Peixoto Minson, diretora da Sociedade para Estudo da Dor.

Autor: Isabela Assumpção
Rio de Janeiro
Fonte: Globo Repórter

Conheça a linha de produtos da Invel para o alívio das dores.

 

 

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Sandro disse:

    Muito interessante estes dados e impressionante o número de pessoas que se automedicam.

    Nos dias de hoje com tantos tratamentos alternativos, só sente dor quem quiser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Slider by webdesign