6 maneiras de melhorar a circulação das pernas

O sedentarismo é um problema cada vez mais comum. A maioria das pessoas passa mais de nove horas sentada no trabalho ou durante as horas de lazer. Isso causa diversos problemas de saúde, health como a má circulação sanguínea, e também favorece o surgimento de doenças cardiovasculares, artrite, e diabetes, que podem afetar as pernas de maneira negativa.

Sensação de peso, inchaço, cãibras, varizes e celulite são alguns dos sintomas mais evidentes de má circulação. Além do sedentarismo, a predisposição genética, a má alimentação e a obesidade também influem no quadro. Pequenas mudanças de hábito, no entanto, podem reduzir seus efeitos. Veja nesta galeria algumas dicas para alcançar esse objetivo.

Evite o consumo de gordura
O consumo excessivo de gorduras saturadas é um dos fatores que mais favorece a má circulação. A gordura tende a aumentar a taxa de triglicérides e colesterol no sangue, aumentando também sua viscosidade. Produtos à base de leite integral, derivados de carne (embutidos) e chocolate são alguns dos alimentos que contêm esse tipo de gordura. Uma dieta rica em sal também deve ser evitada porque pode provocar a retenção de líquidos, além do consumo de carne vermelha, que entope as artérias e prejudica a circulação.

Opte por alimentos ricos em fibras
As fibras ajudam o organismo a eliminar o colesterol e os triglicérides, por isso é bom incluir na dieta frutas, verduras, cereais integrais e legumes. Outra boa alternativa é incluir na dieta gordura poli-insaturada que, diferentemente da gordura trans, contribui para melhorar a fluidez do sangue. Alguns alimentos ricos em fibras são o óleo de sementes (girassol, milho e soja), frutas secas (nozes e amêndoas) e peixes (salmão, atum, sardinha e bacalhau). Além desses alimentos, uma boa hidratação é fundamental. Beber pelo menos dois litros de água por dia facilita a eliminação de toxinas e purifica o sangue, aumentando seu fluxo e velocidade. Chás também são altamente recomendáveis, como o chá verde, o vermelho, o de alecrim ou o de dente-de-leão.

Diga não ao calor e às roupas apertadas
Na época de calor, é comum sentir as pernas mais inchadas e pesadas, o que pode indicar má circulação. Combata esse efeito com duchas de água fria: depois do banho, aplique sobre as pernas uma ducha de água fria alternando com outra de água quente (mas sempre terminando com água fria) para aliviar a dor. Banho quente e sauna não são aconselháveis. Além disso, para reduzir a pressão nas pernas, use roupas folgadas e sapatos confortáveis. Se você estiver parada há muito tempo, utilize meias de compressão para evitar que o sangue se acumule nas veias.

Erga as pernas antes de dormir
Dormir com as pernas em uma posição mais elevada que o quadril ajuda a melhorar a circulação. Você pode fazer isso apoiando os pés sobre um ou dois travesseiros. Se não for possível dormir dessa maneira, apoie as pernas erguidas em uma parede ou na cabeceira da cama durante 15 minutos por dia.

Movimente-se! Inclusive no trabalho
Evitar o sedentarismo é fundamental para combater a má circulação, mas nem sempre é preciso passar várias horas na academia para isso. Ir para o trabalho a pé ou de bicicleta, subir escadas em vez de usar o elevador ou esticar o corpo nas pausas de descanso são hábitos simples para uma vida mais ativa. Também é possível fazer exercícios no trabalho, como mover os pés em círculo ou levantar da cadeira e dar alguns passos pelo menos uma vez a cada hora. Existem técnicas de condicionamento físico para as horas livres que se adaptam a qualquer gosto e interesse, e também aulas de 30 minutos com para pessoas que não dispõem de muito tempo, mas querem movimentar o corpo.

Continue lendo no Discovery Mulher>> 

Fonte: Discovery Mulher

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Slider by webdesign